Quinta-feira, 4 de Novembro de 2010

São Sorrisos... Senhor...

A sétima volta do desafio em cadeia, teve já o seu final.

O vencedor foi encontrato, neste caso corrijo, é uma vencedora e está anunciada aqui.

 

Quero apenas felicitar todos os participantes, que nos trouxeram lindos sorrisos...

Dar os meus parabéns à vencedora Rosinda que assim se junta nesta cadeia que nos prende em abraços...

Juntar o meu sorriso ao teu Manu e dizer-te obrigada por me fazeres desejar senti-los a todos.

 

Para todos fica o meu sorriso.

 

____________________________________

 

 

Sorrisos lembrados

 

Lembro bem quando me dizias:

- Que sorriso tão lindo! Adoro esse teu sorriso.

E eu continuava sorrindo, olhando teu rosto, também ele sorrindo de olhar transparente fixo em mim.

O que nunca deves ter percebido é que esse meu sorriso só era lindo porque nascia da paixão, do amor intocável e imenso que por ti sentia. Admirável na sua essência!

Hoje lembro tantos outros sorrisos trocados e sorrio maravilhada por sentir e guardar ainda todo esse amor.

Houve tantos sorrisos diferentes!

Sorrisos embevecidos de quem se sente apaixonado, sorrisos sonhadores, quentes de quem vive o momento sem pensar no amanhã, sorrisos alegres na vivência de loucas aventuras. Sorrisos divertidos, quando com palavras, gestos ou situações brincávamos. Sorrisos de provocação que alimentavam de sal e pimenta a relação e nos traziam sorrisos cúmplices.

Sorrisos de ternura quando com a ponta dos meus dedos passeava pelos contornos da tua boca bem delineada.

Sorrisos de amizade e de mútua admiração quando nas nossas horas, cabiam trocas de opiniões, conselhos até em conversas tornadas sérias.

Sorrisos de incerteza nas ausências e sorrisos tristes nas despedidas.

Sorrisos que se tornavam numa melodia a dois tocada.

Sorrisos partilhados no tempo de um longo e intenso sonho, grande demais para ser esquecido num sorriso de indiferença.

Na minha boca se desenha agora um tímido sorriso envolto em melancolia que me nasce na alma carregada de saudade, de uma saudade que já se tornou doce de uma lembrança que doeu, mas que nunca se apagou e sempre perdurará.

E no silêncio da tua ausência, qual surdez premeditada, surge a derradeira pergunta, aquela que faço todos os dias…

Será que ainda te lembras de mim?

O meu sorriso alarga-se na nostalgia que vem ao meu encontro ao contemplar a linda Lua mentirosa que em forma de um D bem desenhado, vai crescendo dia a dia e me sorri suavemente, incutindo-me confiança como se fora a ternura de meus pais passando suas mãos pelos meus cabelos.

Apazigua-se o meu sorriso e torna-se carinhoso pois me lembro de meus filhos e em cada estrela que brilha tremeluzente, há um secreto sorriso meu num desejo apertado de que haja sempre sorrisos que lhes tornem feliz a vida.

Ai, os sorrisos! Os nossos belos sorrisos, como podem ser versáteis, como devem ser vividos, sempre presentes no nosso caminho.

 

 

Mafalda, 18 de Outubro de 2010


publicado por mafalda-momentos às 17:49
link do post | favorito
De libel a 5 de Novembro de 2010 às 23:43
Bolas que sorriso mai lindo amiga, até fiquei arrepiada, gostei muito dos teus sorrisos lembrados, contados de forma tão doce e ternurenta, dá gosto ficar atento a todas as vírgulas, pontos finais e principalmente aos pormenores de cada sorriso.
Escreves com  uma ligeireza,com um encanto perfumado, com uma alma colorida, transmites muita paz e serenidade, parece até que estamos dentro de um sonho, uma bolha gigante que a qualquer momento rebenta e nos enche de purpurinas!!...

Parabéns Mafalda pela tua dedicação e entrega neste desafio que tanto gostamos.
Parabéns Rosinda mais uma vez, recebe um abraçinho bem apertado!!
Parabéns Manu pelo excelente desempenho e pela forma como conduziste tão bonitos sorrisos.

Daqui me vou, deliciada e encantada com o teu sorriso...

Beijokas amigaImage


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 24 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds