Terça-feira, 4 de Maio de 2010

Carta à minha amiga Fátima

Foi tal e qual assim que senti. Uma comoção tão forte que preciso partilhar e deixar transbordar.

 

___________________________________________________________________________

 

 

Embora saiba que és uma linda alma de Outono, hoje escrevo-te sobre o Sol.

Querida Fátima, vou fazê-lo à moda antiga. Vou enviar-te por correio em carta manuscrita.

Quero que saibas que me lembro de ti, quero que possas sentir o carinho que por ti aprendi a sentir e que daqui de longe, sempre, à minha maneira, por ti peço para que a coragem e a força sejam uma constante em ti. Que se transformem no alicerce para o que precisas atingir.

Faço-o hoje, um dia especial em que voltei a encontrar-te no teu blogue, nun passado recente, num poste que me emocionou demais.

Um beijinho muito grande. Que encontres nele a minha verdadeira amizade.

 

 

Obrigada Sol.

Se não fosses tu que avivas as cores, que fazes esta luz maravilhosa, que trazes este calorzinho reconfortante, a vida não teria a mesma graça.

As árvores da minha rua, umas estão cheias de folhinhas novas, outras de flores misturadas. Inspiro-lhes o aroma que se espalha no ar. As suas copas arredondadas tapam-me agora a visão da estrada e gosto mais assim.

Instalou-se a Primavera. Terá chegado para ficar.

Ontem ao correr para abraçar a minha mana e o meu sobrinho mais novo, nesse dia aniversariantes, passei pela Marginal desde Alcântara até Algés. Atentei nos montes da margem sul. Bem verdinhos debruçavam-se sobre as águas cintilantes do Tejo.

Estragavam-lhe a paisagem os monos que o Homem lá colocou, os depósitos de combustível que cada vez são mais e os enormes monstros dos silos da Trafaria, mesmo na foz do rio.

Sei que contesto muito, ou não me chamasse eu “Mafaldinha”, mas onde mora a visão dos arquitectos paisagísticos, se é que existem.

Quem sai a barra, já não tem aquele olhar espraiado, desimpedido onde o Tejo encontra o Atlântico. E lá no meio a Torre do Bugio, o farol amigo do navegante.

Também sei que nem tudo são rosas. Há sempre um senão e por esta altura do ano, ando sempre fungosa (palavra feia!), via das alergias.

Mas não me importo. Eu gosto de ti, sol. És a minha fonte de energia, a minha alegria.

Se eu podia viver sem ti, até nem podia mesmo e, absolutamente, não seria a mesma coisa.

É verdade que estás lá sempre, mas só em estações especiais te mostras no teu esplendor. Esta é a minha doce estação onde salto para o cais, só para te ver brilhar.

Obrigada por existires e seres minha estrela. Sem ti eu também não existiria.

 

Mafalda, 4 de Maio de 2010


publicado por mafalda-momentos às 12:00
link do post | favorito
De Existe um Olhar a 8 de Maio de 2010 às 00:32
Olá querida amiga

Faz tempo que nos despedimos naquele dia ensolarado.
Aqui também o Sol brilhou quando dedicaste palavras encantadoras e reconhecidas a uma amiga.
É nestes pequenos gestos que se conhecem as boas almas.
Enquanto os homens cometem barbaridades  contra o ambiente e a natureza, consolemo-nos porque mesmo que lá hajam estragos, dentro dos nossos corações não permitiremos que a noite se instale.
Haja luz, calor, amizade e uma Primavera constante.

Beijinhos amiga

Manu


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 24 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds