Quarta-feira, 13 de Junho de 2012

Ó noite de Santo António

 

“...Ó noite de Santo António
Ó Lisboa de encantar
De alcachofras a florir
De foguetes a estoirar
Enquanto os bairros cantarem
Enquanto houver arraiais
Enquanto houver Santo António
Lisboa não morre mais…”

 

Noite de festa na cidade que de noite não se deita e vai de bairro em bairro pelas colinas espalhados, festejar com grande fogo, dando vivas à tradição, as festas populares.

 

 

 

 

 

 

 

E de viela em viela, becos e estreitas ruelas, escadinhas e pátios, nascem molhos de gente, mirando a luz e a cor dos enfeitados arraiais.

 

 

 

  

Ouvem-se os pregões chamativos a que ninguém resiste.

 

 “Olha a bela sardinha assada!”

 

E lá vem mais uma pratada ali para a mesa do lado, onde há grande animação, que a canequinha de barro, já de vinho se encheu.

 

Ele há bifanas grelhadas, entrecosto para roer e bem cheiroso e apetitoso aquele chouriço assado que só de ver Santo António, dá vontade de comer.

 

 “Ó menina olha o Manjerico” 

Na bancada improvisada há filas de manjericos fresquinhos como uma alface no seu atraente verde que surge no laranja do seu vaso, onde nasce por acaso uma quadra adequada a cada ocasião.

 

Há risos e gargalhadas e já de barriga cheia,

circula-se pelos bailaricos.

 

                 

 

 

 

 

 

 

 

O povo é tanto que dão-se as mãos na tentativa de se manterem juntos e mesmo assim há quem se perca. 

- Mafalda onde estás?

- Mesmo ao pé do altar de Santo António.

- Já vamos aí ter.

- Para a próxima vens pela trela para não desapareceres.

- Distrai-me um pouquinho em busca de uma fogueira, só queria saltar e queimar a alcachofra.

- Olha-me este parvo, deu-me um beliscão no rabo!

- Essa agora foi boa Isabel. Não lhe deste um bofetão?

- Sei eu lá quem foi Manuela? A esta hora, já quantos outros não deu por essa multidão fora.

 

Tudo ri, a boca, os olhos e o coração e continua a animação.

 

E descendo a Avenida lá vão desfilando as marchas em franca rivalidade,

entoando os seus hinos e enchendo de luz e cor o espaço de Lisboa,

comemorando este ano, 80 anos de idade.

 

 

 

 

O povo olha atento, numa mistura de bairrismo e admiração.

 

Surpresa das surpresas, comemoram este ano também, o Ano de Portugal no Brasil, Ano do Brasil em Portugal e integram no desfile de dia 12 de Junho o agrupamento brasileiro Rei de Paus, para além dos restantes convidados: Dança do Dragão (Macau), National Band (Emirados Árabes Unidos) e o Projecto Chuva d’Amor (Portugal).

 

Pela noite dentro, vão entrando as horas que conduzem ao cansaço da madrugada e os pés, esses coitados pedem ao Santo milagreiro, o milagre de uma cama.

 

Eu por mim, só lhe peço uma coisinha…

 

Ó meu rico Sto. António

De fama casamenteiro

Não me dês nenhum Toino

Dá-me antes um canteiro

Pra despejar esta tralha

Bem juntinho lá do chão

Que a cabeça me baralha

E me dói no coração. 

 

 

 

Mafalda, 13 de Junho de 2012

 


publicado por mafalda-momentos às 22:39
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De luadoceu a 19 de Junho de 2012 às 16:07
Portugal ganhou no dia de santo António
protegeu nos e quem gosta/pode de festejar foi dois num so
beijinhos mafalda
boa semana


De mafalda-momentos a 8 de Julho de 2012 às 23:58

Luazinha

Portugal bem precisava da ajudinha de Sto António e de todos os Santos, infelizmente em muitos sentidos.

Agora e à distância da minha resposta, foi uma pena que nem no futebol marcamos uma posiçao de vitória.

Beijinhos


De sofiazinha a 30 de Janeiro de 2013 às 16:16
gostei das fotografias dos manjericos,sou apaixonada por fotografias desse género,também adoro ver as marchas populares na televisão,acabo sempre por ver marchas muito bonitas,pois,não vivendo eu em lisboa tenho que ver pela televisão.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Musica

.O meu primeiro Selo


Obrigada Libel Linda

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds