Sábado, 30 de Julho de 2011

Que futuro?

 

https://picasaweb.google.com/104164604991011777583/Photostuff?feat=featured#5630806040678093650

Autor da foto: Ysuf Afghan

 

Já eles me meteram a mão no bolso e de que maneira e sei lá o que mais irão tirar de lá de dentro, sim que ninguém lhes tira o mérito absoluto de serem mestres nesta magia de tirar coelhos da cartola e eu ainda estou parada nas eleições.

Isto não é bom para ninguém!

Não fora pela Lua Cheia e por aqui estaria a ficar um pouco escuro.

Ah! É Fase de Lua Nova!

Então não há qualquer engano. Está mesmo escuro!

Falo de tudo!

De estar a ser roubada, de ter ficado parada no tempo e ainda de deixar desamparado e sozinho aqui o meu blog, com todas as graves consequências deste acto que implica, naturalmente, a falta de contacto e de resposta a comentários de pessoas por quem tenho uma sincera amizade e um enorme apreço e que consequentemente não merecem este meu comportamento.

Não foi nem bonito, nem justo, por isso estão mais que autorizados a atirar-me com a fruta podre.

O que vale é que estamos no bom tempo e num instante se toma um duche.

Quanto às nódoas na roupa e voltando aos velhos tempos porque os modernos também são de poupança, nada que um pouco de sabão azul e branco e este lindo e quente sol de verão não apaguem.

E aqui para nós até fica giro a roupa a corar ao sol.

Vai fazer lembrar a Aldeia da Roupa Branca.

 

Nesta vida apressada, às vezes até sem tempo para pensar, deixamo-nos levar um pouco na onda. Não é que esta seja propriamente a minha praia, mas quando o mar bate na rocha e para falar bem e depressa, quem se lixa é o mexilhão.

Ora aqui o mexilhão, sou eu! Eu e tu, tu também e ainda tu…

O melhor é pular fora. Toca a saltar da rocha ou acabamos todos numa bela caldeirada.

Por falar em caldeirada, será sinónimo de salganhada?

Esta palavra existe? Se não existe, acabou de ser inventada que eu também tenho direito a abrir a boca e deixar sair asneira.

Já agora era só o que faltava também haver monopólio de mal falar.

Eu até quase que sou do tempo das cantigas de escárnio e maldizer!

 

Isto é um “peso pesado” demais e “o último a sair” não deve demorar muito.

Cá para mim vão mas é todos sair ao mesmo tempo, ninguém vai precisar de preocupar-se em perder peso e muito em breve a população deste território, ganhará o prémio bem merecido, da mais elegante do mundo e aqueles que decidiram antecipadamente emigrar e ir viver “na tribo”, vão regressar convictos de que voltaram ao paraíso com tanta beleza que vão encontrar.

Então será hora de fazer um brinde e já agora porque não com um maravilhoso Moscatel de Setúbal das caves Venâncio Costa Lima, distinguido como o melhor moscatel do mundo.

É um bom mote para nos sentirmos orgulhosos com a vantagem de, repetindo a dose, nos começarmos também a sentir mais felizes.

E ainda dizem que somos “lixo”!

Aproveitando este bom momento do vinho e o “nosso temperamento”… como hei-de dizer, falta-me aqui um termo… ah já sei “de suborno”, talvez devêssemos… nós não que o “subsídio de Natal já era”, mas “eles” podiam mandar umas caixas deste delicioso Moscatel lá para as “agências de rating”. Tão certo como eu me chamar Mafalda a análise seria vista com outros olhos… mais descontraídos, mais desanuviados.

 

Bom, já chega de dizer disparates e isto só de pensar no tal vinho. Imagine-se o que não seria se o tivesse provado.

 

O que eu queria mesmo dizer é totalmente diferente!

Embora completamente fora do contexto, de tão atrasados que foram concretizados, acabei de responder aos comentários que por aqui se encontravam abandonados.

Bem sei que já ninguém se lembra do que me escreveu, mas que hei-de fazer se não consigo andar para a frente, sabendo que deixo algo para trás?

Acho que sem querer, acabei de dizer uma grande verdade e em sentido figurado bem que isto podia servir de exemplo… estilo… “toma e embrulha”!

Lá estou eu a fugir não sei para onde!

 

Pronto! Acabou-se! Por aqui está tudo em dia!

Agora basta manter e fica desde já a promessa de que o farei com muito gosto e à luz das velas para não gastar electricidade.

 

 

Mafalda, 30 de Julho de 2011


publicado por mafalda-momentos às 10:37
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De lis a 30 de Julho de 2011 às 13:59
Oba! a menina saiu da toca !! rs  que seja também  de "ti para mim" tudo isso que estivera pensando e escrevendo.
Com tão fácil forma de comunicação deveria nos brindar mais vezes.
Andei vendo um vídeo sobre o tal lixo,e tem momentos que tenho saudade da ditadura da "palavra" rsrs
mas pensando bem os portugueses tem uma ironia fina e sabem bem sair  de situaçoes embaraçosas muito melhor que qualquer outro povo.
Brindo sua volta com o vinho delicioso que sua terra  nos dá -inigualável e único ,Aqui é inverno mas está um sol de verão no Rio, só no sul do país chove e esfria bastante nessa época.
Desejo dias brilhantes  e uma semana cheia de sol pra voce Mafalda
com carinho e abraços da
lis


De mafalda-momentos a 5 de Agosto de 2011 às 17:49
Oba! Que delicioso comentário Lis.
Aproveito para brindar contigo e como gostaria de te fazer provar em realidade este vinho!

Esperemos que este mundo consiga encontrar um caminho melhor para todos.

Hoje estou um pouco triste.
Faleu com a Libel e soube sobre o Rolando (entremares).
É muito chocante mesmo! Que destinos a vida às vezes nos reserva Lis.

Beijinhos para você


De luadoceu a 30 de Julho de 2011 às 15:05
A Mafalda apareceu, faliu ,bem falado e disse
Palavras para que? eheheh
Adorei a analogia(acho q e assim q se diz) ao peso pesado, perdidos na tribo, ultimo a sair,nao necessariamente por esta ordem,de como nos encontramos no nosso lindo portugal, considerado lixo, tal com alguns bancos tb assim foram.
Enfim Mafalda,todos temos direitos a opiniao e viva a liberdade de expressão.
Eu lembr me do que te disse nos ultimos comentarios e mesmo que nao me lembrasse,voltava la e relembrava me...))
Teu cantinho p mim abandonado n esta,q spre q posso venho espreitar te
E n levas nada tomates podres,pelo menos de mim nao,so beijinhos e abraços...mta amizade....))
Bem vinda....Beijinhos...Bom fds


De luadoceu a 30 de Julho de 2011 às 15:09
faliu...ehehehehe
falou

lembr me , é lembro me
nao sei se estas a ver(ler me)...))?

espero que nunca te encontres falida

amiga...ai...desculpa
ehehehe
e levas com remendos as minhas palavras atabalhoadas, as vezes
 mais um comentario meu...toma la
hihihihi


De mafalda-momentos a 5 de Agosto de 2011 às 17:55

Olá Lua
Viva mesmo a liberdade de expressão amiga... talvez devessemos falar mais e mais alto para que alguém nos ouvisse.

Acredita que este texto teve mesmo essa intenção... de que cada frase fosse uma analogia com algo subentendido.
Tomara que o tenha conseguido!

Obrigada Lua pela tua amizade
Um beijinho muito grande


De libel a 1 de Agosto de 2011 às 14:40
Uauuuu...voltastiiiii...e em grande estilo, como sempre!!...Brincas com as palavras e saltas à corda com o seu significado.
Conseguiste falar sobre um futuro que se mostra pouco risonho, num presente com deixas tão engraçadas.

Tás perdoada, aqui não existem pesos mortos, nem perdidos na blogosfera, aqui  a "tarde é tua" , o público está ao rubro, alegre e bem disposto para receber e dar as boas vindas a ti e ao teu tão saudoso sentido de humor.

Beijokas


De mafalda-momentos a 5 de Agosto de 2011 às 18:03
Libelinha

Voltei e espero ficar... pelo menos ir ficando de vez em quando... "brincar com as palavras e saltar à corda com o seu significado", usando a tua própria expressão.

Se não fosse pela triste notícia que hoje me deste, terias outra resposta... assim estou um pouco sem jeito e atordoada.
Sinceramente, custa a acreditar|

Beijokas amiga de sempre


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Musica

.O meu primeiro Selo


Obrigada Libel Linda

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds