Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010

Palavras sem cor

 

Autor da foto: Raul Alexandre

 

Escrevo as palavras que não ouso falar na areia molhada da praia… escrevo-as com a ponta dos dedos, mas a espuma branca das ondas, desfazem-nas.

Escrevo-as de novo com o olhar no azul índigo no meio do mar, mas o seu movimento ondulante, mistura-as, afoga-lhes letras… não são nada… já não fazem sentido.

Volto a escrevê-las com o pensamento no azul claro e sereno do céu, mas uma pequena e solta nuvem branca passa e apaga-as… não deixa rasto.

Eu insisto e reescrevo-as no vento que livre sopra e rápido as leva, deixando que as letras vão caindo aqui e ali dispersas… as palavras quebram-se na copa de uma árvore ou num muro qualquer.

Não desisto e recorro aos pingos da chuva. Mais uma vez tento escrever as palavras. Ah, mas se até aqui não consigo que fiquem juntas, que façam sentido, a chuva, essa, nem me deixa construí-las.

Estou de mal com o mundo!

Recorro a uma folha de papel, nua, virgem e tento com um lápis, torná-la sedutora, dar-lhe vida. Mas não sei o que escrever, não me lembro de palavras com cor, falta-me a inspiração.

Tento fazer um desenho, talvez consiga expressar-me…, mas nem um risco direito me sai.

É o lápis que não presta, ou o papel que não serve.

Sim porque eu sei bem o que estou a sentir, a pensar…, até sei que dia é hoje…,

 

                                                                                                                    Hoje é dia 7 de Outubro de 1987

 

                                                                                                                              O QUÊ?! 1987?!

 

Imagine-se! Como se fosse possível viajar no tempo…, recuar vinte e três anos de existência…,

Mas foi lá que encontrei as palavras sem cor, sem qualquer significado…

 

                                                                            Hoje é dia 7 de Outubro de 2010


publicado por mafalda-momentos às 13:43
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De gatinhafofa a 7 de Outubro de 2010 às 15:51
olá amiga!! já conhecia esta história das palavras sem cor,é um excelente texto!! beijinhos,eu te desejo uma feliz e santa tarde neste dia 7 de Outubro de 2010.


De mafalda-momentos a 11 de Outubro de 2010 às 09:42
Olá Sandra

Obrigada. Gosto que tenhas voltado.
É sempre bom ter-te por aqui e saber que te sentiste bem.
Beijinhos e uma boa semana

 


De luadoceu a 7 de Outubro de 2010 às 17:24
mafalda
mesmo o preto e branco sao cores e primam pela diferença, por serem diferentes
ha que sempre haver e tentar que haja um pensamento positivo
espero que o tenhas sempre contigo
bjinhos amiga
vá...força...))
recuar no tempo,julgo nao podermos, mas recordar e sempre possivel


De mafalda-momentos a 11 de Outubro de 2010 às 09:57
Luadoceu

Recordar é sempre possível dizes bem e isso torna-se numa maneira de recuar no tempo, assim como aquilo que nos nasce na imaginação e queremos que nos aconteça, ou os planos que fazemos podemos chamar-lhe uma maneira de avançar no tempo.
Falando a brincar, já reparaste como assim vamos viajando no tempo?
Preto e Branco também são cores claro e são essenciais e inseparáveis das outras cores, assim como fazem parte de um todo existente no nosso campo de visão.
Mas as letras a preto num muro de fundo branco da foto, são soltas, dispersas... não formam palavras.
Foi só isso que quis exprimir amiga.

Tudo de bom para ti e beijinhos


De FatimaSoares a 7 de Outubro de 2010 às 17:53

Passei para te deixar um beijinho. Gostei muito do texto. Um abraço colorido de amizade sincera. Tudo de bom amiga.


De mafalda-momentos a 11 de Outubro de 2010 às 10:08

Olá Fátima

Cá chegou o teu abraço amigo... que eu te retribuo.
Eu sei que tenho andado ausente, mas não se trata de desinteresse.
Em breve passarei pelos teus espaços e sempre ao teu jeito, se calhar vou encontrar diferenças e terei mais ainda para apreciar.
Desejo que por aí vá tudo melhor. 
Beijinhos 


De inoutyou a 7 de Outubro de 2010 às 23:01

Mafalda, como já disse um dia, como é bom ler poesia num texto em prosa      

Beijinhos
Alex 


De mafalda-momentos a 11 de Outubro de 2010 às 10:17

Alex

É muito bom receber estas palavras tuas.
Vindas de um poeta como tu, eu sinto-me mesmo lisonjeada.
Obrigada amigo e não penses que com a minha ausência me esqueci que tens contigo belos poemas que me vão deliciar ao lê-los.

Beijinhos


De Anónimo a 8 de Outubro de 2010 às 14:00
Oh minha amiga que texto maravilhoso, assim como as duas cores (preto e branco) são lindas, pois ficam bem com tudo e que bom seria recuar no tempo, porque neste dia era a data oficial do começo do ano escolar, lembras-te???mas como ainda não inventámos nenhuma máquina de voar no tempo, resta-nos a recordação.

Beijinhos



Bom Fim-de-Semana

ISA


De mafalda-momentos a 11 de Outubro de 2010 às 10:31
Olá Isa

Claro que lembro... ano escolar!!! O que te foste lembrar amiga, ai que saudades desses tempos muito mais despreocupados.
Vamos recuando no tempo com a recordação... e aproveitando a memória vamos viajando por onde queremos. É uma maneira de inventar a tal máquina que ainda não foi inventada.
Um dia, no futuro quem sabe se não se poderá ir a uma loja e simplesmente, comprar uma? Ai que lá estou eu a divagar...

Beijinhos


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 21 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.Musica

.O meu primeiro Selo


Obrigada Libel Linda

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds