Sábado, 2 de Outubro de 2010

O primeiro dia do resto da tua vida

   
 
Autor da foto - Jorge de Freitas Soares
 

 

" A amizade é, acima de tudo, certeza - é isso que a distingue do amor."

Marguerite Yourcenar 

 

Não sei porque desígnios as coisas acontecem.

Será destino e temos que cumprir com o que nos está destinado?

Será mesmo que nada acontece por acaso e temos que viver os acontecimentos para nos darmos conta do bem precioso que possuímos – A Vida?

 

Mas sei que muitos de nós passam por ela sem lhe dar valor e outros apesar das adversidades, agarram-na com toda a sua força, querendo que ela não lhe fuja, querendo tê-la de volta.

 

Talvez nós que estamos do lado de cá não tenhamos um décimo da noção dos sentimentos que nascem e se atropelam na alma de quem atravessa esse mundo de ver a vida ameaçada.

 

Depois do choque da notícia, vem aquela fase de parecer não ser real. Tem-se consciência da verdade, mas ao mesmo tempo queremos inconscientemente rejeitá-la. Porém, isso não é possível e a realidade acaba por dolorosamente se instalar.

Aí começa a dor impiedosa. Perde-se o controlo dos sentimentos.

Nasce a aflição, o desalento, o horror do desconhecido, o desespero.

Vêm as lágrimas que não se conseguem suster, a infinita tristeza, o medo e os receios, a angústia, o silêncio, a solidão, a revolta, a derradeira pergunta – Porquê, eu?

Quantas vezes se pede ajuda ao nosso anjinho da guarda, protecção… mesmo sem que até aí ele tenha sido lembrado.

A luta começa feroz, amarga e lenta.

Segue-se por um caminho incerto a que a cada passo há que saltar as pedras nele soltas. Às vezes tropeça-se, cai-se e o esforço para de novo se levantar, exige de tanta força que nunca se pensou poder existir. Rebusca-se no interior toda a coragem possível. O tempo corre devagar, num jeito de eternidade. Caminha-se na escuridão de negros pensamentos.

Ao lado de tudo isto, junta-se uma luzinha ténue, quase imperceptível - a esperança.

 

Lutaste. Foi difícil, medonho, arrasador, mas venceste.

De novo cruzas a ponte em direcção do brilho da luz do dia, dando a boa notícia.

És barco que não naufragou.

És flor singela que de novo desabrochou.

Nem todos podem dizer o mesmo.

Nem todos sentem essa sublime felicidade.

Hoje podes dizer que a tua fortaleza não é construída de grãos de areia, pronta a desmoronar-se à mais leve brisa soprada.

Hoje foi para ti que escrevi minha amiga.

Hoje quero desejar-te uma vida doce como tu.

Hoje estou feliz por ti.

 

Hoje talvez seja certo dizer que pode ser o primeiro dia do resto da tua vida.

 

 

 

Mafalda, 1 de Outubro de 2010

 
 
 

publicado por mafalda-momentos às 10:55
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De luadoceu a 2 de Outubro de 2010 às 15:18
Amiga
Se bem entendo
A vida e uma luta constante,tanto interior como exteriormente
Ha sempre que ver o lado positivo da mesma, mesma que esta seja negra
Um dia venceremos,mas temos que lutar todos os dias e porque nao alem de pedir protecçao,sobretudo agradecer todos os diss o bem que temos, a vida....n e preciso ir a igreja e rezar, basta para dentro de nos....ja e tao dificil as vezes ouvirmo nos
Fico feliz por tua amiga que venceu
Deviamos todas vencer...somos todas vencedoras
Eu considero me e nao estou a ser convencida...tudo o que tenho,so o devo a minha luta
Bjinhosssssssssss
Bom fds c u2 ou nao...eheheh


De mafalda-momentos a 2 de Outubro de 2010 às 19:13

Olá Luadoceu

Sem dúvida que tens razão e não nos devemos deixar abater, temos antes que ir à luta com toda a nossa força. E se tudo nos fosse dado sem esforço, será que tinha o mesmo gosto? Será que daríamos áquilo que conquistamos com a nossa luta o mesmo valor? Será que essas conquistas não são para nós motivo de orgulho? É por isso que te digo que de modo algum te poderias chamar de convencida.
Mas sabes, há lutas que não dependem apenas de nós, que são travadas com armas desiguais... foi uma dessas que à minha amiga se deparou e da qual, felizmente ganhou a batalha.
Obrigada pela tua presença sempre carinhosa e atenta.
Beijinhos e bom fim de semana também

P.S. Sem os u2... mas com pena eheheh


De Fátima a 2 de Outubro de 2010 às 16:19
Quantas vezes chorei por não ter forças para continuar, quantas vezes sorri ao encontro de um sorriso, quantas vezes remeti-me ao silencio para calar as palavras menos bonitas e quantas vezes gritei a dor disfarçada de esperança... Um pesadelo que se foi pintando de esperança, de ternura, de tanto carinho... Não sou uma lutadora. Sou um ser fragil que tem a sorte de ser muito amado... Foi esse amor que me deram, da familia e dos amigos que nunca me deixaram baixar as defesas e que sempre me ampararam as quedas que ditou a vitoria...
Obrigada por estares presente em minha vida, pelas tuas palavras que tantas vezes me fizeram voar em pensamento e esquecer por instantes as paredes que me mantiveram presa durante tanto tempo. Obrigada pela partilha, pelo carinho, pelo teu jeito sempre doce...Obrigada minha amiga por essa amizade que me dás. Obrigada por seres quem és...
Beijo com carinho


De mafalda-momentos a 2 de Outubro de 2010 às 19:45

Como te compreendo e como, no entanto, sei ser dificil alguém poder imaginar por tudo o que passaste... mas sei o que é nos momentos difíceis, ter do nosso lado, aqueles que amamos e que nos amam.

Andei passeando pelo Madalena e retirei de textos teus palavras tuas que agora continuam a fazer todo o sentido.
- Em "Saudade de Outono" de 14/08/2007, terminas assim:
"O olhar prende-se no horizonte onde o sol se põe e na areia quente de um Verão que se acaba, recebo do mar calmo, a certeza de um novo amanhecer... e com ele, uma nova esperança e quem sabe... um novo sorriso!"
- Em "Uma carta para ti" de 27/11/2006, terminas assim:
"Desculpa meu jeito e não deixes de ser meu amigo, ajudando não só quem eu amo mas todos aqueles que precisam de ti. Quanto a mim... bem... deixo ao teu critério pois sabes que te agradeço quando me ouves mas que também sou a primeira a negar a tua existência quando a vida me magoa!! Deves saber se mereço ou não, o teu abraço protector..."

É assim que nada tens que me agradecer... por algum motivo a vida nos juntou e nos tornou cumplices de uma amizade que se entreajuda e se partilha em todos os momentos.
Agora é um momento de alegria que te desejo se eternize em tua vida.
Com todo o carinho um beijo para ti


De FatimaSoares a 2 de Outubro de 2010 às 22:07

Um beijinho para ti e para a tua amiga e muita saúde e tudo de bom para as duas. Bfsemana


De mafalda-momentos a 3 de Outubro de 2010 às 11:50

Bom dia Fátima

Obrigada e também para ti um bom Domingo que hoje amanheceu chuvoso, convidando ao aconchego da casa.
Beijinho


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 21 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.Musica

.O meu primeiro Selo


Obrigada Libel Linda

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds