Quarta-feira, 7 de Abril de 2010

A Criança e o Camaleão

 

 

Balança que não balança

Anda que não anda

Salta que não salta

Se exibia o camaleão

Disfarçado na folhagem

Na cor verde do portão.

 

Tudo por baixo do teu queixo.

E toda a gente se ria

Daquilo que tu não vias

- Mesmo aqui… olha lá!

 

E neste faz que não faz

Solta-se-lhe a língua comprida

Que te faz de um pulo

Parar um bom bocado atrás

- Quase que lhe tocava e não via...!

 

Todos rimos, não de ti

Apenas da situação.

 

 

Está atento!

Não te deixes enganar

Que o camaleão veste as cores do mundo

Assim como o lobo veste a pele de cordeiro

Os disfarces que nos iludem de a verdade encontrar.

 

 


 

  

Uma situação verdadeira que ocorreu há longos anos e de que hoje me recordei. Trouxe-me um sorriso divertido, deixou-me uma doce lembrança da inocência vivida.

 

Apenas lhe acrescentei o meu conselho de hoje de que sei ser a minha finalidade, além de amar.

 

 

Mafalda, 7 de Abril de 2010


publicado por mafalda-momentos às 15:03
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De elisabete a 2 de Maio de 2010 às 16:58

há bastante tempo que aqui não passava e como sempre encontrei material que me agradou e deliciou.
Esta do camaleão é além de tudo muito oportuna.
Quantos e quantos não andam por aí com o mesmo disfarce do camaleão e nós sem darmos por nada; por vezes só os vemos quando por descuido tiram o disfarce.
um beijo


De mafalda-momentos a 8 de Maio de 2010 às 19:16
Olá minha querida
Andavas aqui abandonada e perdida... que maldade a minha ainda não te ter encontrado.
Eram felizes para nós aqueles tempos deste episódio.
Como sempre tens razão! Quantos disfarces espalhados... e tão bem disfarçados!

Adoro-te. Beijinhos


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Musica

.O meu primeiro Selo


Obrigada Libel Linda

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds