Domingo, 29 de Novembro de 2009

Sorrisos

 

Convidei para um café em minha casa todos os meus amigos de ontem, de hoje, de sempre e todos os que me são queridos e amo. E todos compareceram á chamada espontânea e alegremente.

Até tu querida Xana, sempre elegante! Há quanto tempo... e como estás bonita com esses teus longos cabelos escuros realçados por debaixo da tua linda capeline. Ai as lembranças do nosso tempo de escola.

Abri de par em par as portas deste enorme casarão que é o meu coração e todos foram entrando, se acomodando, se aconchegando.

Gerou-se um enorme bulício e ouviam-se as exclamações, as interrogações e até as afirmações.

- e tu como estás?...

- ah mas que bom!...

- são lindos mesmo....

- ainda ontem as duas falávamos...

- não me esqueço não...

- olha quem fala... férias mesmo...

- é bom saber de ti...

E eu circulava entre eles e em pratos e copos de amizade, servi-lhes canapés de carinho e nectar de gratidão.

Sentia-os confortáveis mas o meu ouvido atento ouviu alguém cantando baixinho...

“Ás vezes aqui faz frio...”[1]

Como boa anfitriã corri a acender a lareira e logo se ouviu o crepitar da lenha, espalhando o calor das suas chamas.

Levei as pontas dos dedos de ambas as mãos junto dos lábios depositando neles um beijo que a seguir soprei estendendo os braços aos meus convidados ao mesmo tempo que cantava...

“Tonight I celebrate my love for you...”[2]

Vi seus ombros descairem descontraindo da tensão provocada pela sensação de frio.

Vi desenhar-se em seus lábios e em seus olhares também, sorrisos que mais pareciam um sol de Primavera.

Senti comovida meus olhos se humedecerem.

Eles sentiram e intuitivamente deram-se as mãos erguendo e balançando os braços, como se assistissem a um concerto e todos juntos cantaram...

“Vai espelho de água trata e guarda o que é nosso afinal...”[3]

Passado este impacto emotivo, desatámos todos a rir. A alegria voltava e de novo a conversa se animava.

Alguém de repente se levantou, ergueu o braço e com voz esfusiante disse:

- Meus amigos eu proponho que este seja o primeiro de muitos encontros que iremos realizar, que cada um organizará por sua vez e desde já vos digo que eu serei o próximo e que não dispenso nenhum dos que aqui estão, que podem trazer um amigo, ou todos os que quiserem e serão bem vindos.

O aplauso foi geral e mais uma vez surgiu uma canção que todos entoámos.

“... por essa estrada amigo vem... trá-lo contigo também...”[4]

Começaram a fazer-se planos. Podiam até organizar-se passeios, visitas culturais, sessões de jogos variados, assistir a concertos dançar e cantar e até, imagine-se só, ir aos estádios ver jogos de football, o que provocou alguns protestos, mas logo alguém se levantou e exclamou vivamente.

- Não, não! Aqui é assim! Todos por um e um por todos!

“... let’s make it all for one...”[5]

E como usualmente se escreve em actas, nada mais havendo a decidir, estava tudo determinado e era para cumprir. A data marcou-se de imediato para o próximo e para que ninguém pensasse em arranjar desculpas de última hora havia que selar o compromisso.

Juntámo-nos todos lado a lado, envolvemos com os braços os ombros do parceiro ao nosso lado e porque a euforia já era muita, lá saiu bem alto e quem sabe só um pouquinho desafinado, mas em perfeita harmonia, uma outra canção

“... What the world needs now is love sweet love...”[6]

Felizes foram todos saindo um a um, entre risos e abraços se despediram e o último amigo que saiu ia a assobiar baixinho

“Encosta-te a mim nós já vivemos cem mil anos...”[7]

Porque me sentia bem, porque foi um serão lindo, mas soube-me a pouco, deu-me vontade de cantar também e embora já todos tivessem partido, sem ninguém para me acompanhar, mas com um sorriso feliz e coração de menina, a voz saiu-me limpa

“que perfeito coração no meu peito bateria

meu amor na tua mão

nessa mão onde perfeito

cabia o meu coração...”[8]

 

Mafalda, 29 de Novembro de 2009 

 

 

(foto de Jorge Freitas do seu blog Momentos e Olhares - Obrigada amigo)

Para ouvir as músicas abaixo, desligue o som. 



[1] Ás vezes aqui faz frio - Xutos e Pontapés

http://www.youtube.com/watch?v=seB8E0fyES4&feature=related

[2] Tonight, I celebrate my love for you – Peabo Bryson & Roberta Flack

http://www.youtube.com/watch?v=MG4TL3ZktyQ

[4] Traz um amigo também – José Afonso

http://www.youtube.com/watch?v=5BQrcJKjvL0

[5] All for one all for love – Bryan Adams

http://www.youtube.com/watch?v=n-AB7RJpOjY

[6] Ricki Lee – What the world needs now

http://www.youtube.com/watch?v=BeuoXfKXhOs&feature=related

[8] Gaivota  (Que perfeito coração)– Sónia Tavares

http://www.youtube.com/watch?v=_WrRsjDKyGg&feature=related


publicado por mafalda-momentos às 14:28
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De inoutyou a 29 de Novembro de 2009 às 22:14

Olá Mafalda,

É bom ter esse tipo de convivios...Também pertenço a um grupinho e sei bem dar valor da confraternização, da amizade que isso traz..

Beijinhos e não parem
Alex


De mafalda-momentos a 30 de Novembro de 2009 às 14:13
A amizade verdadeira, nunca se esquece.
Por isso mesmo que estejamos longe, ou muito tempo sem nos falarmos, sempre lembramos a quem bem queremos.
Obrigada Alex e beijinhos


De Jorge Soares a 29 de Novembro de 2009 às 23:34
Quem tem amigos, tem um tesouro e um coração sempre cheio.

Belo texto, obrigado por utilizares a minha fotografia.

Jorge


De mafalda-momentos a 30 de Novembro de 2009 às 14:26
Um coração sempre cheio dizes bem, porque a amizade é um sentimento que nos ajuda a preencher a vida. E a verdade é que ela está presente em muitos outros sentimentos também.
Eu é que tenho que te agradecer por me teres deixado usar a tua foto.
E tu já sabes quando quiseres podes levar o que gostares... como o que falaste no outro dia - Gotas de Chuva.
E se realmente as aproveitares, mostra-me apenas o que com elas fizeste, pois de certeza será bonito de ver.
Agora vou ao Cantinho da Libel ver os resultados do Desafio que já devem estar anunciados.
Fica bem Jorge
Mafalda


De Jorge Soares a 30 de Novembro de 2009 às 17:23


De elisabete a 30 de Novembro de 2009 às 15:03
Como é bom ter um grande coração, onde cabem todos, mesmo aqueles que às vezes já não se lembram de nós.
É bom passar por aqui, refresca a alma, por sentirmos que afinal ainda nem tudo está perdido, enquanto existirem pessoas para quem a amizade não é palavra de interesse ou de momento.
Muito obrigada por nos dares a ver tão belas palavras e digo ver porque penso que é o sentido com que mais apreendemos a alma dos outros.


De mafalda-momentos a 5 de Dezembro de 2009 às 01:41
Minha queridinha do coração
É de facto com o olhar que captamos a alma dos outros.
Sei que me compreendes e eu só sei o quanto isso é importante para mim.
Se passares por aqui refresca um pouco a tua alma, só por isso, vale a pena aqui estar.
Um milhão de beijinhos


De Fátima a 6 de Dezembro de 2009 às 16:42
Tens um coração imenso, cheio de salas quentinhas e com musicas que tocam a alma. É facil de ver que a porta está aberta e que nele recebes com o maior dos sorrisos quem quiser descansar no carinho da tua amizade... é um privilégio poder entrar nesse perfeito coração onde perfeito cabem todos aqueles que amas... Um beijo com carinho.


De mafalda-momentos a 12 de Dezembro de 2009 às 13:20
Sabes que às vezes me pergunto como num "orgão" tão pequenino pode caber uma imensidão de pessoas e sentimentos?
Claro que quando nos referimos ao coração, não é do orgão do nosso corpo que falamos... foi só uma brincadeirinha.
Amiga sabes que no meu coração, tens uma salinha muito especial que eu quero preservar, onde espero te sintas bem acolhida e onde perfeita cabe sempre a tua amizade.
Beijo de carinho para ti Fátima


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 21 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.Musica

.O meu primeiro Selo


Obrigada Libel Linda

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds