Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009

Gotas de Chuva

 

 

Ontem o dia foi pintado de  cinzento sem brilho

A chuva persistente molhou-me os pés e o olhar.

Água fonte da vida pura e cristalina enchendo o espaço

Tão diferente daquela feita de lágrimas salgadas,

Sentidas, soluçadas que nascem em meus olhos.

Na palma da mão em concha colhi algumas gotas,

Misturei-lhes as minhas lágrimas e atirei-as ao vento

Pedi-lhe que as deixasse algures entre o céu e a terra

E o vento levou-as. Soprando espalhou-as no ar.

Algumas caíram no mar aumentando suas águas

Outras caíram na terra e delas nascerá uma papoila

Um dia, no caminhar do tempo, quando a Primavera chegar.

 

 

Mafalda, 26 de Novembro de 2009

 

(origem da foto Olhares-José Torres)


publicado por mafalda-momentos às 13:14
link do post | comentar | favorito
|
17 comentários:
De inoutyou a 26 de Novembro de 2009 às 18:37

Mafalda,

Estavas a chorar pelo tempo quase invernoso que faz, ou com saudades da primavera??

Beijos
Alex


De mafalda-momentos a 26 de Novembro de 2009 às 19:00
Alex que bom ver-te aqui.

Sei que, pelos menos ás vezes, tu desejas a chuva, mas por mim sem dúvida eram saudades da Primavera.
Se calhar da Primavera da vida.
Tenho feito uma grande ausência mas estou a retornar e em breve terei o prazer de te ler.
Um beijinho
Mafalda


De inoutyou a 26 de Novembro de 2009 às 19:33

Mafalda,

ultimamente tens "postado" pouco, mas é sempre com muito prazer que leio teus textos.

Beijinhos e ...toca a escrever
Alex


De mafalda-momentos a 27 de Novembro de 2009 às 10:32
E assim como tenho postado pouco, nada tenho visitado os blogs que gosto de seguir como o teu Alex.
Creio que apesar do Inverno estar apenas a começar, os "maus ventos que por aqui têm passado", estão finalmente serenos.
Não se pode parar. É preciso seguir em frente por isso aqui estou.
Um beijinho e obrigada Alex
Mafalda


De inoutyou a 27 de Novembro de 2009 às 10:53

Mafalda,

Que esses ventos que consideras maus, realmente tenham amainado e que te ajudem a ser mais forte e com vontade de prosseguir (ah, e já aí vem o fim de semana)

Beijos
Alex


De Jorge Soares a 26 de Novembro de 2009 às 21:09
Olá

Gostei... muito, posso utilizar?

Belo texto Mafalda, para que a primavera possa chegar cheia de vida, temos que passar pelos dias cinzentos e chuvosos, é o preço a pagar....

Jorge


De mafalda-momentos a 27 de Novembro de 2009 às 10:43
E parece que tudo tem um preço não é verdade?
A beleza do texto nada tem que se compare com as tuas fotos, mas ainda bem que gostaste. É sempre bom saber que as palavras que aqui deixamos são apreciadas.
Claro que podes levar.
Em troca, quando as houver, ofereces-me uma foto de uma papoila... ou de um mal-me-quer.
Não ligues Jorge que eu também gosto de brincar.
Mafalda


De Jorge Soares a 27 de Novembro de 2009 às 11:12
Claro que ofereço... colhe todas as que quiseres, de aqui:
http://picasaweb.google.pt/momentoseolhares/Abril#

ou se preferires outras coisas, de aqui:

http://picasaweb.google.pt/momentoseolhares

Por acaso até já tinha escolhido a que ia acompanhar o teu texto, mal o li, lembrei-me logo de uma fotografia, esta:
http://picasaweb.google.pt/momentoseolhares/Abril#5332106529235125634

Bom fim de semana
Jorge


De libel a 27 de Novembro de 2009 às 20:07
Que lindo Mafalda...Adorei.
Tal como a chuva é essencial, pois é graças a ela que a natureza tem vida e as plantas, as flores e as árvores do campo podem crescer. ... Quantas coisas boas a chuva nos faz sem nos darmos conta.
Ela é constante e simples.

Chorar também só traz benefícios ao nosso organismo, alivia a angústia e liberta tensões. Choro de alegria, choro de tristeza, choro de dor, choro de saudade. São muitas as causas dessa forma tão simples e natural de expressão. Afinal, nascemos a chorar é sinal de vida, e para a maioria das pessoas, as lágrimas serão sempre uma das mais sinceras formas de mostrar as emoções.

Por isso amiga, lá vamos nós de lagriminha no olho sempre que nos aliviar e depressa as flores da primavera começam a brotar...

Beijokas


De mafalda-momentos a 29 de Novembro de 2009 às 20:25
"Afinal, nascemos a chorar é sinal de vida..."
dizes tu Libel...
e quando não choramos, fazem-nos chorar á força que até é um consolo... ahahahah... mas nós desculpamos que é para nosso bem... masuquista eu?
Há quem ache que chorar é sinal de fraqueza. Sinceramente eu não partilho.
Sou uma pessoa de esperanças, mas confesso que a lágriminha no canto do olho me nasce muito fácilmente.
Mas há também muitos sorrisos nesta estrada de vida e nos caminhos que nos esperam ainda.
E assim como os pingos de chuva e as lágrimas existem, também há flores, rios, céu azul e mar,... música e risos, o olhar das nossas "crianças", tantas outras coisas só para nós. Assim saibamos gozá-las no seu melhor.
E eu sei que tu sabes. Aproveita cada momento minha linda.
Beijocas


De Fátima a 6 de Dezembro de 2009 às 16:14
Teu texto toca-me profundamente a alma... A imagem não poderia ser mais bela pois as papoilas são pedacinhos de minha alma. Gosto da chuva e é nela que as lagrimas podem ser misturadas e escondidas quando na vida nos esforçamos para oferecer sorrisos. A saudade...essa saudade que sentimos mesmo sem saber ao certo do quê... saudade de algo que nos enche o coração de angustia e de desejos... Saudade de um passado que não volta mas que podemos encontrar em momentos novos se formos capazes de seguir em frente... e eu sei que tu consegues... Beijo com carinho


De mafalda-momentos a 12 de Dezembro de 2009 às 13:05
Bom dia Fátima
Essa tua alma de Outono preenche-te o ano inteiro!Mas já viste Fátima como ela também é de Primavera?
Se não como poderiam ser as papoilas flores da tua alma? Já conhecia esse teu gosto pelas papoilas.
Haverá na natureza simbolo maior de Primavera? É issso que a torna preciosa.
Ela é bela e de uma cor intensa, brilhante e chamativa... no entanto cheia de simplicidade e delicadeza. Por ser tão breve a sua vida, talvez
possa ser um símbolo da saudade.
Havemos de conseguir as duas minha amiga, criar momentos novos e com eles seguir em frente.
Beijo com carinho


De José Cunha a 4 de Janeiro de 2010 às 19:03
Fascínio de criação artística! Natureza em íntima e ardente comunhão com o Poeta! Chuva miudinha, em dia cinzento, a beijar-lhe os pés. Bailado de lágrimas, no olhar terno e sofredor.

Água doce, que vem do Céu, mistura de água salgada, que vem do Mar, mãos de Menina, em conchinha, na análise do ar, da água e do sal, atirados ao vento, e logo o milagre e o ciclo da Primavera. Papoilas em ressurreição e a fragilidade da vida.
Noutro contexto literário, onde os longes da inspiração se acolhem ao nosso espírito imaginativo, surgem, em procissão, o Principezinho de Saint-Exupéry , Lágrima de Preta de António Gedeão, Mar Salgado de Fernando Pessoa, Meia Hora para Mudar a Minha Vida de Alice Vieira e tantos outros, que nos fizeram, da mesma forma, chorar de emoção e ternura!

Poema destinado a ser musicado e interpretado ao som, harmonioso, dos melhores violinos. . .


De mafalda-momentos a 17 de Janeiro de 2010 às 00:02
Obrigada Zé
Deixaste-me completamente sem palavras, tanto que nem tenho conseguido responder-te.
Adorei a tua análise (acho que só posso chamar-lhe assim) a um tão simples texto meu.
Tudo o que escrevo é sentido na alma, mas está longe de poder ser tudo aquilo que me deixas escrito.
Só a dedicação de um amigo é capaz da benevolência com que me tratas e amizade é por si só um bem que eu muito prezo.
Por tudo um xi-coração.
Mafalda


De Aquariana a 10 de Novembro de 2010 às 18:25
Olá Mafalda.
Li este teu poema no "Intervalo para café" pelas mãos do Jorge e dei um grande sorriso porque parece que o "cosmos" nos está a dar oportunidades para nos cruzarmos.  Vou aproveitá-las porque já tinha vontade de te cumprimentar faz tempo e o corre-corre da falta de tempo tem-me desviado desse propósito. Mas esta vez é para valer.
Aqui estou para te deixar um grande beijinho e dizer-te que  este poema é muito bonito.

Fica bem. Image


De mafalda-momentos a 13 de Novembro de 2010 às 00:06
Olá Aquariana

Verdade que sim... eu também fui várias vezes ao teu blog, mas faltou-me o atrevimento para te deixar uma palavrinha.
Naquele dia descobri o teu cantinho da música e foi o empurrão para me aventurar, porque gosto muito de música.

Não posso deixar de dizer que adorei que o Jorge tivesse publicado este meu texto lá na esplanada.
E olha só como o timing foi tão coincidente Image 

Obrigada por teres vindo até aqui e me deixares o teu beijinho e também por teres gostado.

Um bom fim de semana Image


De Aquariana a 13 de Novembro de 2010 às 00:47
Olá Image

Pelos vistos temos aqui uma situação de desencontros que culminaram num feliz encontro sob o vermelho das papoilas!! (lol)

Aparece sempre que te apeteça... Não é preciso atrevimento para tal!. Image

Beijinhos e desejo-te tb em excelente fim de semana. Image


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 21 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.Musica

.O meu primeiro Selo


Obrigada Libel Linda

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds