Terça-feira, 29 de Novembro de 2011

Pedras da calçada Lisboeta

 
Foto de Bernardo Gomes
 

No silêncio da noite sonolenta, escutava o ressoar dos seus passos cadenciados, leves.

Caminhava sem pressa, sem destino, sem rumo, apenas para se sentir totalmente inteiro nos seus pensamentos que o transportavam a prazeres poucas vezes sentidos.

Deixou-se guiar pelas luzes dos candeeiros antigos e cansados.

Voou pelas asas da imaginação, pintou de cores portas fechadas e janelas escuras.

Deambulou por entre ruas e vielas contornando casas que as estreitavam e ouviu dos telhados os murmúrios e os suspiros que se evaporavam.

Lembrou-se do fado, canção tão chorada de que não gostava.

Dos poetas que cantavam os amores e as tertúlias da noite boémia e que não lia.

E no turbilhão do silêncio ensurdecedor sentiu a vida que o chamava e o tempo que passava como o deslocar soprado do vento.

Quanta calma, mas quantos gritos calados no seu caminhar solitário.

E no entanto, sentia-se completo, livre, em casa, aconchegado.

Olhou as pedras da calçada, tão característica da sua cidade, que continuava a trilhar.

Tinham brilho próprio, polidas mas gastas por tantos passos desconhecidos que a pisavam.

Percebeu que aquelas pedras respiravam, contavam histórias e delas, milhares de rostos se desenhavam.

Transpiravam plenas de vida. De vidas passadas, ausentes, alheadas, presentes, de hoje, de ontem, salpicadas de lágrimas, semeadas de sorrisos.

Pulsavam a cada minuto decorrido.

 

A noite é mágica, tem destas coisas! Oferece-nos momentos quase perfeitos.

 

E foi então que se apaixonou por aquelas pedras da calçada.

 

 

 

Mafalda, 27 de Novembro de 2011

 


publicado por mafalda-momentos às 16:04
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Novembro de 2011

Verão de S. Martinho

 

Com seiscentos mil macacos!

Onde está o Verão de S. Martinho?

Será que a crise também o atingiu?

Vai na volta soltou-se um imposto extraordinário sobre o sol!

Eu não dei conta, mas…

Ou então…

Ai que nem quero imaginar! Será que confiscaram a outra metade da capa ao pobre do S. Martinho?

É que isto em tempo de guerra não se limpam armas e tudo serve para… amealhar, claro!

Não, eu prefiro acreditar numa versão mais romântica e pensar que o próprio santo a ofereceu a outro dos muitos mendigos que por este território tem encontrado.

Tarefa difícil a sua, esta de escolher!

 

 

E as castanhas onde estão?

Lembrei-me agora que aquele pregão tão só nosso… “Quentes e boas”, também não o ouvi!

 

Pudera!

A quatro euros e trinta cêntimos o quilo quem é que as vai comprar? 

É que todos nos lembramos da cara severa do Sr. Coelho a anunciar tempos difíceis.

Eu por aqui ouvi dizer que lá em casa, a Laurinha também não comprou.

Quem é a Laurinha?

Minha gente, que falta de cultura geral!

Até foi pergunta do concurso da RTP 1!

 

Eu e as minhas desconfianças! Já que esta estação de TV é estatal, será que houve por ali uma pequena influência? Afinal quem é que conhecia a senhora?

Também não tem importância Sr. Coelho, isso é coisa de pouca monta!

 

O que interessa é que hoje é dia de comer castanhas.

E eu bem que me lembro, lá na terra do meu pai bem pertinho de Viseu, ouvir dizer “em dia de S. Martinho vai à adega e prova o vinho”.

Eu confesso a minha ignorância, mas nunca percebi muito bem este “ditado”!

Não é de tradição neste dia beber água-pé ou jeropiga? Então o porquê do vinho?

 

Com muita dificuldade, mas com muita devoção, eu lá comprei umas castanhas.

 

Cozi meia dúzia delas com a tradicional erva-doce e tenho outra meia dúzia a assar no forno com umas colherezinhas de manteiga. Ficam óptimas!

 

Já tenho a mesa posta para o meu jantar com uma velinha acesa para dar ambiente.

Uma taça pequena de alperces secos e outra maiorzinha de puré de maçã reineta.

Um prato com castanhas cozidas e outro com as acabadinhas de assar.

Quem disse que não combina?

Ah! Falta a manteiga!

O quê? Nunca experimentaram abrir uma castanha assada quentinha e pôr-lhe um pouco de manteiga?

É um manjar dos deuses! 

 

Santo Deus! Falta-me a água-pé ou a jeropiga!

Não faz mal. Nada que não se resolva com meio copo de vinho tinto ou, porque não, um cálice de vinho do Porto.

E para o final já lá está também a caixinha de After Eight. 

 

Hoje por cá, não há noticiários nem debates. Em vez disso o canal do myZen por onde costumo viajar e no leitor de CDs uma música suave mas sedutora.

O ambiente está completo e perfeito e eu sento-me à mesa… sozinha. 

 

Ora, que importa isso?

Sempre ouvi dizer que quem não tem cão caça com gato e cá para mim, mais vale só que mal acompanhada.

 

 

 

Mafalda, 11 de Novembro de 2011 

 


publicado por mafalda-momentos às 19:38
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 21 seguidores

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.Musica

.O meu primeiro Selo


Obrigada Libel Linda

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds