Domingo, 12 de Julho de 2009

O virar da página

 

São horas! Diz-me o relógio. Eu respondo em silêncio – dá-me mais uns dias.

É tempo! Dizem-me os dias transformados em meses. Eu respondo em silêncio – dá-me mais um tempo.

Já chega! Dizem-me os meses transformados em anos. Eu respondo em silêncio – eu sei. Deixa-me só encontrar o tempo certo.

Vai chegar esse tempo certo? Não respondo, fico apenas em silêncio.

 

Muitas têm sido as vezes deste diálogo. E nunca soube responder sobre o tempo certo.

 

Tem sido uma luta constante e feroz. Por vezes quase destruidora. É uma luta contra mim mesma e por isso solitária. Travei-a no mais fundo do meu coração e da minha mente.

Houve horas que quase enlouquecia, mas outras houve em que me fortalecia. Foi ao reconhecer estas últimas que soube, um dia venceria.

Estive muito perto de ser derrubada, mas alguém, sem o pressentir, tocou na palavra chave – sonho – e devolveu-me de novo à realidade.

E só posso agradecer.

Tanto, mas tanto me tem doido, mas fiz o que sei estava certo.

E só posso me sentir vitoriosa. Não o digo com vaidade. Digo-o com verdade.

 

Não que tenha esquecido, não que não sinta saudade, não que deixe de ser importante. Assim o será sempre.

 

São horas, é tempo, já chega!

É o que as “vozinhas” sempre me têm segredado ao ouvido e cujo eco, caindo em minha alma, fizeram finalmente nascer o seu fruto.

Foi mais uma luta de tantas que já travei.

Não diria que chegou ao fim. Mas diria, foi mais uma que venci.

 

Tenho ganho muitas batalhas. E só posso me sentir gloriosa.

Mas não sinto que tenha ganho a guerra, de tantas sequelas que guardo em minha alma.

 

Não direi que é tempo de dizer adeus.

Mas é tempo de virar a página.

Virar a página e fechar o livro.

 

Mas um livro nunca se fecha para sempre.

Ele pode sempre reabrir-se um número infinito de vezes.

 

E eu sei que muitas vezes voltarei a pegar nele e o abrirei de novo.

E eu sei que ao abri-lo, ele se abrirá sempre antes desta página virada.

A saudade me visitará e me envolverá na sua melancolia, então, doce.

Será como um remexer nas cinzas ainda quentes da lareira.

Talvez meus olhos se encham ainda daquelas gotas de água salgada, que hesitarão entre o secar na fonte, ou deixarem-se escorregar de mansinho.

Mas sei que estarei em paz comigo mesma!

 

Não digo adeus, que não saberia fazê-lo.

Direi apenas – É tempo.

Até...

 

Mafalda, 12 de Julho de 2009


publicado por mafalda-momentos às 14:53
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De José Abrantes a 17 de Julho de 2009 às 09:25
Foi o primeiro que li e tenho de te dizer que adorei, tem uma construção/apresentação de excelência. Gostaria de adivinhar o que lhe estava adjacente..... será que consigo??!!!!!!!!!!!!!

(J.A.)


De mafalda-momentos a 18 de Julho de 2009 às 13:23
Meu querido Amigo, a tua visita será uma recordação eterna. Obrigada

Quanto à tua interrogação...não sei responder-te!
Esse dom da "adivinhação" julguei me pertencia...(a minha veia de brincar não podia faltar).

Mas posso afirmar-te que nada há para adivinhar.
Está tudo aí.
Um beijinho com carinho


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. A minha despedida

. Cansativo

. Desfolhando o malmequer.

. A praia é só deles.

. Ó noite de Santo António

. A pena do gabbiano deslis...

. O BEIJO

. Primavera

. Casa Arrumada... Desarrum...

. CASA ARRUMADA

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Musica

.O meu primeiro Selo


Obrigada Libel Linda

.O meu "Segundo" Selo


Obrigada Fátima

.El Puente - Serpai - 27/08/2010

Además del sello te regalo mi flor favorita... Gracias Sergio... un abrazo

.Obrigada luadoceu - 21/10/2010

.subscrever feeds